terça-feira, 12 de junho de 2012

O Pé de Manacá

Flores belas e vistas à distância

Há vários dias que passo numa encruzilhada perto de casa e, numa das esquinas, bem na ponta do jardim, tem um pé de Manacá, todo florido.
É muito difícil passar e não perceber aquela árvore florida.
Neste final de semana, quando voltei do posto de gasolina, tive tempo de para e tirar várias fotos.
Selecionai algumas para mostrar para vocês.

Vejam as flores de certa distância.




Agora vejam a flor de perto. Que chique!




E um botão, da flor de Manacá, vocês já viram?
















E esta outra flor, já imaginaram? Parece uma rosa branca...
















Tudo isto, e muito mais, vocês podem ver,
se caminharem com calma pelas ruas da Vila Madalena.

E pensar que, mesmo com a seca do Nordeste, no jardim da casa de nossos pais, em Serrinha-Bahia, também tem um pé de Manacá.

Mas, o pé de Manacá, vocês podem encontra-los em vários Estados brasileiros.
Já virou até motivo para música.

Neste final de semana esta música tocou na Rádio USP, num programa de Milton Parron, entrevistando Hervê Cordovil, um dos maiores compositores brasileiros.
Ouçam esta belezura, gravada em 1950.

Isaura Garcia & Hervê Cordovil - Pé de manacá




Eu creio que, além de consultarem este blog por causa da Crise Européia e Espanhola, tem muita gente que acessa por causa das flores e das músicas.

Vejam os últimos acessos:

Ucrânia, Japão, Rússia, China, Ilhas Cayman, Angola, Argélia, Argentina, Irlanda, Reino Unido, Suíça, Canadá, França, Portugal, Espanha, Alemanha, USA e todo Brasil.

Um comentário:

  1. Prezados leitores,
    Hoje à noite vi que alguém acessou sete vezes este mdensagem sobre o Pé de Manacá. Ainda nesta semana, uma pessoa alertou-me que NÃO se trata de Manacá, mas SIM, de CAMÉLIA. Há camélias brancas, rosas e vermelhas. Agora entrei no google e confirmei que realmente são flores da Camélia.

    Já tivemos árvore de manacá em nosso jardim. São parecidas, mas a flor do manacá muda de cores, com o tempo. É vivendo e aprendendo a distinguir as flores e a ouvir e ler as diferentes opiniões, com respeito e gratidão. Muito obrigado.

    ResponderExcluir